LinkedIn: uma poderosa ferramenta para profissionais e empresas

FERNANDA GRANATO

Palavras-chave: rede social; marketing digital; networking; currículo online; profissão.

O LinkedIn é uma a rede social voltada para profissionais e empresas.  Considerado um currículo online, contém todas as informações profissionais com um toque de personalidade. Lançado em 2003, conta hoje com mais de 400 milhões de usuários ativos e é considerada a maior rede social profissional do mundo.  Atualmente, é a terceira mais popular em termos de visitantes únicos mensais, logo atrás do Facebook e do Twitter.

No contexto das empresas, essa rede de networking funciona também como um canal de novas possibilidade de negócios. Os Colaboradores estarão em contato com clientes e prospects, além de participar de grupos de discussão, garantindo mais credibilidade e proximidade e permitindo estar atualizado com os temas do mercado.

Assim como em todas as redes sociais, o foco do LinkedIn é o engajamento e a interação. Por isso é importante cuidar de alguns aspectos para ter um perfil interessante, atualizado, dar um up em sua carreira, encontrar boas oportunidades e interagir com gente da sua área de atuação. Aqui vão algumas dicas que podem ajudar a criar um bom perfil no Linkedin:

1 - Personalize a URL do seu perfil público: já se deparou com links compartilhados de perfil do LinkedIn cheios de letras e números? A sua é assim? É bem difícil digitar tudo aquilo! Então, deixe a url do seu perfil mais amigável. Coloque seu nome e sobrenome: www.linkedin.com/in/fernanda-granato/ . Para isso, basta ir ao menu de edição do seu perfil e editar a URL no lado direito da tela.

2 - Foto de Perfil e foto de fundo: segundo informações oficiais da empresa, ter uma imagem no seu avatar aumenta em 9 vezes as solicitações de conexão na rede. É uma forma de ser reconhecido e humanizar a sua presença no site. Escolha uma foto que consiga passar um pouco de sua personalidade, mas também profissionalismo e responsabilidade.

Na dúvida, utilize uma foto que você usaria em uma apresentação no trabalho. Desde 2014, o LinkedIn passou a adotar a foto de capa também, portanto, aproveite essa oportunidade e dê ao seu perfil um pouco mais de personalidade! A foto deve ser um arquivo em JPG, PNG ou GIF com menos de 8MB de tamanho e 1400X425 pixels.

3 - Capriche na sessão de “Resumo”: assim como ocorre no currículo, o resumo do seu perfil no site é a primeira parte que atrai os olhos do recrutador. Fale sobre suas habilidades, experiências e interesses. A dica da gerente do LinkedIn é fazer um texto com bastante objetividade e atenção à norma culta do português. E não esqueça de usar palavras-chaves, elas ajudarão na visibilidade do seu perfil.

4 - Experiências e habilidades: mesmo que você ainda esteja estudando ou tenha poucas experiências profissionais, não se intimide! Descreva tudo o que você já fez; estágios, projetos dos quais fez parte, idiomas, se já ganhou algum prêmio, se é autor de algum artigo ou projeto acadêmico, se já morou no exterior.

Também descreva suas habilidades e características profissionais que possam ser relevantes para sua área. Dê o link para todas as empresas onde você já trabalhou. Assim, o logo delas também vai aparecer em sua página e o seu perfil aparecerá nas buscas.

5 - Crie palavras-chaves: você também pode otimizar seu perfil para ser encontrado por pessoas que procuram termos relevantes no LinkedIn. Busque algumas palavras importantes relacionadas à sua área de atuação para incluir em seu perfil.

6 - Interaja, essa é a chave do LinkedIn: participe dos grupos de discussões da sua área, onde poderá encontrar pessoas mais experientes, tirar dúvidas e aumentar seu networking. E lembre-se de gerar conteúdo. Escreva artigos, crie um grupo sobre sua área de atuação ou estudos, acrescentando informações novas e relevantes ou abrindo novas discussões que agreguem conhecimento. “Quando escreve um texto interessante e útil para a sua comunidade profissional, você ganha visibilidade e cria uma marca”, afirma Rodrigo Brancatelli, editor sênior da rede social.

Aumente sua rede através das pessoas que você conheceu em empregos anteriores, cursos, encontros.

Outra dica valiosa para aumentar seu engajamento na rede social é dar e pedir recomendações, afinal quando compramos algo nos sentimos mais seguros se produto é bem recomendado, não é? Com o LinkedIn é a mesma coisa! Você pode atribuir habilidades e falar sobre seus amigos e contatos no perfil de cada um e solicitar a eles que recomendem você. Basta ir no perfil da pessoa e clicar no canto direito do perfil:

Compartilhe artigos, notícias e vagas que possam ser de interesse de sua rede de contatos e marque seus contatos que buscam empregos em vagas disponíveis. Tudo é valido para manter sua lista aquecida.

No campo profissional, a cordialidade é um componente essencial para gerar uma autoimagem positiva. É importante agradecer as recomendações e validações que você recebe de outras pessoas.

7 - Qual idioma? Português ou Inglês? Você tem contatos profissionais fora do Brasil? Trabalha ou pretende trabalhar numa multinacional? Quer estudar no exterior? Se sim, é interessante ter um perfil em outro idioma para ser mais facilmente encontrado. Sempre monte o seu perfil no seu idioma nativo, em nosso caso, no português. Após completar o seu perfil, o LinkedIn oferece a opção “criar perfil em outro idioma”. Ele vai espelhar todos os dados, com os títulos no idioma selecionado. Você terá apenas que  traduzir.

8 - Decida o que cada pessoa pode ver no seu perfil: você sabia que pode escolher quais informações deseja tornar públicas no LinkedIn? Segundo Fernanda Brunsizian, gerente de comunicação da empresa, “em alguns casos, o usuário faz pequenas correções no resumo ou no detalhamento das experiências profissionais (..) a rede de conexões nem sempre precisa ficar sabendo dessas alterações, já que não houve mudança significativa”.

Em tempo: se há uma atualização relevante na sua carreira, como um novo cargo, prêmio ou diploma, é recomendável que você habilite a opção para que as suas conexões sejam notificadas.

9 - Você sabia que é possível exportar suas conexões do LinkedIn? Transferir seus contatos do LinkedIn para outro sistema de gerenciamento nunca foi tão simples. Vá em: Conexões -> Gerenciar contatos importados -> Ações Avançadas (abaixo, no canto direito da tela) e pronto! Agora você já pode ter seus contatos em um arquivo .CSV ou .VCF.

10 - Aproveite as opções de Pesquisa Avançada: nesse recurso, no campo de Pesquisa Avançada você pode digitar o nome da empresa e filtrar os resultados por “Relacionamento”, por exemplo; assim, você saberá se tem alguma conexão de primeiro ou segundo grau com algum dos funcionários!

Agora que você já conhece um pouco mais sobre essa poderosa ferramenta profissional, basta colocar as dicas em prática e aproveitar tudo o que o LinkedIn pode oferecer!

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

RODRIGUES, Sabrina. Vantagens do Linkedin para as empresas. 2015. Disponível em: http://www.marketingtecnologico.com/Artigo/linkedin-para-empresas

Por que você deve ter um perfil no LinkedIn?. 2017. Disponível em: http://blog.carreiras.sereducacional.com/por-que-voce-deve-ter-um-perfil-no-linkedin/

Universidade São Judas Tadeu. Porque devo criar um perfil no Linkedin. 2016. Disponível em: http://blog.usjt.br/por-que-devo-criar-um-perfil-no-linkedin/

Sobre o autor:

Confira nossos Artigos Internos!